Cortei o cabelo!

Antes da pandemia, eu estava tentando cortar o cabelo a cada três ou quatro meses, principalmente por conta dos reflexos, que comecei a fazer para disfarçar os fios brancos que aumentaram bastante nos últimos anos. Eu ia ao salão para cortar ou tirar as pontas e retocar a cor. Deixava esse intervalo para juntar dinheiro e para o cabelo crescer e poder mudar o visual, sou daquelas que não tem dó de cortar o cabelo. De vez em quando gosto de deixar crescer para mudar e, quando fica pra baixo dos ombros, volto a ter chanel, aquele com as pontas mais longas, que é meu corte preferido. Desde a primeira vez que cortei mais curto, não consigo deixar crescer tanto, ter cabelo curto é tão prático! Também gosto do ar mais moderninho que esses cortes dão em mim.

Em março de 2020, quando passei a quase não sair de casa, já estava na hora de marcar salão, portanto, fiquei quase dois anos sem cortar o cabelo (e não me arrisquei a tentar cortar em casa sozinha, porque sou um desastre com essas coisas). Como ele cresce absurdamente rápido, virei praticamente a Rapunzel! Certo, não é pra tanto, mas meu cabelo ficou tão grande quanto o mais comprido que já esteve, que foi no meu segundo ano da faculdade, quando deixei crescer para vender. Vou até postar uma foto do estado dele até a semana passada:

Chegou até a cintura!!
Olha lá no espelho, dá pra ver bem o tamanho!!

Então, depois de dois anos, duas doses de vacina e incompatibilidades de agenda, finalmente consegui marcar um horário para cortar o cabelo!! Comecei a procurar um salão aqui em Ibiúna, mas como decidi cortar bastante, achei melhor não arriscar e ir no lugar em que eu estou acostumada há alguns anos, mesmo precisando ir para São Paulo.

Fiz um rabo e o cabelereiro cortou para doar. Daí fiz o corte e os reflexos. Durante o corte, descobri que meu cabelo mudou. Ele sempre foi liso escorrido, daqueles em que nenhum penteado parava a não ser com muito spray. Eu tinha percebido que ele estava diferente, mas achava que era porque eu acordava e já fazia um coque e só tirava na hora de dormir. Mas o Keith, que corta meu cabelo, me disse que meu cabelo já não está mais totalmente liso, criou umas ondas, principalmente atrás (na frente continua liso). (Se você olhar as fotos, vai perceber que ele não está lisão como costumava ser, e olha que antes de tirar a foto, penteei várias vezes e mesmo assim ficou levemente ondulado.) Ele também disse que é normal que nosso cabelo mude no decorrer da vida. Eu não sabia disso, porque é a primeira vez que o meu muda (o seu já mudou alguma vez?). Então, me propôs deixar menos curto do que eu queria (só que achei que ele ficou bem curto mesmo assim) e usar um pouco amassado para parecer mais “onduladinho” (na verdade, não ficou muito, não, mas está com um pouco mais de volume). E essa foi a parte mais chocante para mim: ver a assistente secar meu cabelo enrolando no dedo para ficar um pouco modelado e no dia a dia amassar para ter um pouco de forma, algo que nunca fiz antes.

Então, agora é cabelo novo! E não só porque cortei finalmente e fiz os reflexos que continuam disfarçando os brancos (que estão aumentando consideravelmente), mas também porque meu cabelo não é mais 100% liso. E há quem diga que tudo pode voltar a ser igual era antes da pandemia… bom, acho que não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: