Tchau, 2021!

2021 não foi um ano fácil, na verdade, foi uma montanha-russa de otimismo e pessimismo. Pareceu uma continuação de 2020 com a pandemia, mas, nos primeiros meses, foi pior porque dava a impressão de que a luz no fim do túnel estava muito, muito longe de ser alcançada. Se no começo da pandemia, e ao longo de 2020, achávamos que o surto de Covid chegaria ao fim em alguns meses, no começo de 2021 não tínhamos tanta certeza assim e quase perdemos a esperança. Porém, aqui no Brasil, felizmente a vacinação avançou e acelerou, e estamos terminando o ano com o começo da aplicação da dose de reforço para todos os adultos e discutindo se as crianças já podem ser vacinadas. Foi uma mistura de começa a reencontrar os amigos e a família ou continua em casa, afinal, se já ficou tanto tempo, o que são mais alguns dias, não é mesmo?

Meu primeiro semestre foi de limbo, não fiz quase nada de produtivo. Na verdade, nem me lembro das coisas que fiz. Vi muita série e ouvi vários podcasts. Mandei alguns currículos e acho que foi também nesse período do ano que comecei a fazer meu freela fixo, revisando e escrevendo os textos de descrição de um podcast; e este trabalho não consegui mandando CV, mas sendo gentil e conhecendo as pessoas certas na hora certa (sorte e proatividade). Ah, também lembrei que fiz freelas de roteiros para vídeos de material para o PNLD, mas esse trabalho não foi muito pra frente, não sei se porque acabou o material ou se porque eu não era tão boa assim para esse trabalho.

No meio do ano, finalmente consegui um emprego CLT e home office, para a minha alegria. Percebi que esse modelo de trabalho funciona muito bem para mim, porque não preciso me deslocar, consigo economizar dinheiro continuando a morar aqui com os meus pais e estabelecer uma rotina tendo hora para começar e terminar a jornada de trabalho. Quando fico de freela, faço uns horários malucos e no fim deixo o computador ligado muito tempo para um rendimento bem baixo. Diminuí minhas horas de séries e podcasts, mas fiquei bem mais animada, porque é horrível ficar no limbo. Também retomei este blog; escrever não é fácil, principalmente numa fase sem tanta inspiração e criatividade para encontrar os temas, mas me faz pensar na vida, refletir sobre o que está acontecendo. E, embora eu não ache que sou tão boa assim em criar conteúdo, vou insistir por mais um tempo e continuar escrevendo aqui.

Então, agora que estou pensando bem sobre 2021, foi um ano positivo para mim, apesar de todos os pesares. Logo, acho que posso começar 2022 com otimismo. Agora que tenho uma rotina e um salário, fica mais fácil pensar nas metas; ainda tem um restinho de ano para fazer isso.

E assim termino o meu último post do ano e nos vemos em 2022. Um ótimo ano novo e obrigada por acompanhar meus textos 🙂

2 comentários em “Tchau, 2021!

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: