Saudades de Viajar

Estava selecionando algum tema sobre o qual escrever e nos meus rascunhos só tem posts reflexivos. Isso não poderia ser diferente com a situação atual, em que saio pouco de casa e não tenho tantos assuntos sobre os quais escrever.

Pensando nisso, me deu uma saudade de viajar! Viajar é uma das coisas que a partir do momento em que você faz pela primeira vez nunca mais quer parar. Já volta para casa pensando na próxima. Comigo foi assim, desde a primeira vez que saí, não quis mais parar, provavelmente quando eu era criança. É claro que nessa época dependia da minha família, mas tive a sorte de podermos viajar bastante nas férias, nem que fosse para alguma praia em São Paulo mesmo, que era perto.

Sempre gostei de sair bastante, ir na casa dos meus amigos e familiares, passar as férias fora de casa. E a primeira lembrança que tenho que querer muito viajar com frequência e para lugares diferentes e mais distantes foi quando estava na faculdade e disse para alguém (não lembro quem) que queria viver viajando depois que me formasse, morar em vários lugares, até encontrar algo que me fizesse parar. De fato, assim que me formei fui morar fora. Só que encontrei bem rápido algo que me fez parar: um trabalho muito legal.

Acontece que, como sempre digo, não existe o trabalho dos sonhos e viajar só nas férias deixou de ser o suficiente. Então, aquilo que me fez parar, não bastava mais para me segurar e fui viajar de novo. Viajei por bastante tempo. Achei que depois dessa experiência, ia aguentar ficar um tempo parada, mas depois de alguns meses já queria voar de novo. Dessa vez, o que me fez parar foi não ter dinheiro, depois, um novo trabalho e, finalmente, a pandemia. Com isso, faz anos que não viajo (ok, estou exagerando… viajei antes de começar a pandemia, mas foram poucos dias).

Agora, estou num trabalho que espero que continue home office para sempre, porque quero voltar a viajar. Acho que no ano que vem a questão da pandemia vai estar melhor e vou poder viajar. Confesso que estou dividida entre a preguiça, o hábito de não sair, a precaução para não pegar Covid e a vontade de viajar! Por enquanto, estou me segurando. Vai ter a bienal do livro no Rio e tive a chance de ir, mas decidi esperar mais um pouco. Já estou há tanto tempo em casa que acho que aguento mais dois meses.

Quero sair de novo, respirar novos ares, ter novas ideias, ver coisas sobre as quais posso escrever aqui… Mas, enquanto isso não acontece, os textos que você vai ler serão as viagens pela minha mente, afinal, aprendi que se pode viajar para o outro lado do mundo, para outros continentes, outros países, estados, cidades, mas também para o outro bairro, o outro quarteirão ou mesmo viajar na maionese (e essa viagem pode ser tão interessante quanto dar a volta ao mundo).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: