Belém, 10 de outubro de 2018.

Olá!

Hoje acordei umas 9h15 e fui tomar café. A Renata já tinha saído para trabalhar e os pais dela também estavam saindo para resolver algumas coisas.

Vim para o notebook porque quero deixar o blog atualizado. Só que está sendo difícil me concentrar nesse momento político tenso que estamos vivendo no Brasil. O pior de tudo é a intolerância que se sente nos discursos das pessoas. No fim, acho que vai ser ruim independentemente dos resultados das eleições. Vou votar no Haddad porque acho ele menos pior que o Bolsonaro. E tenho percebido que o medo das pessoas é real, literal. Talvez não pelo que o candidato do PSL possa fazer de fato como presidente, mas mais pelo que as pessoas podem fazer contra outras pessoas se sentindo respaldadas pelo governo. Enfim, dias escuros estão por vir. Ao mesmo tempo, percebo que existem muitas pessoas boas e temos que nos unir para construir mais um capítulo da história. Realmente tenho esperanças de que sejam essas pessoas boas as protagonistas.

Almoçamos e tinha um peixe muito bom. Daí, voltei para o notebook e minha tarde rendeu pouco, mas terminei os posts sobre Palmas \o/ Acho que vai rolar de colocar tudo em dia até o fim do sabático.

Saí de casa um pouco antes das 18h para ir à Basílica Nossa Senhora de Nazaré. Ia pegar a missa das 18h, mas estava muito trânsito e cheguei atrasada. Acabei só entrando para ver a igreja e fiquei conversando com umas pessoas pelo Whats App tentando convencê-las a votar no Haddad em vez de votar nulo. A Basílica e a praça estavam muito cheias, já totalmente em clima de Círio. Lá na frente da Basílica, ficavam uns barcos que vão sair na procissão de domingo. Saí de lá e fui a pé para a casa da Juliana. No caminho, tinha uma Cairu, considerada a melhor sorveteria do Brasil, parei lá e tomei um sorvete de carimbó (cupuaçu e castanha) e era bem bom.

Cheguei na casa da Tita e ficamos conversando enquanto a Renata assava o bolo do aniversário. Quando ficou pronto, fomos comer na Oficina do Lanche e provei um x-banana e um suco de açaí. Lanche bom e barato. Tem umas 10 opções de maionese que não são identificadas e você precisa experimentar para descobrir quais são os sabores. Depois de comer, voltamos para casa.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: