Jericoacoara, 17 de abril de 2018.

Olá!

Hoje acordei cedo para o passeio do litoral Oeste, também conhecido como Tatajuba, mas estava chovendo. A menina que ia dividir o buggy comigo desistiu de ir. Então, a recepcionista achou uma jardineira que ia e tinha vaga.

A primeira parada do passeio era para ver os cavalos marinhos, mas como estava chovendo, não ia dar pra vê-los no mar, só num vidro, então pulamos essa parte e fomos para mangue seco, que é um lugar com árvores do tipo de manguezais, mas sem o mangue, o chão é areia mesmo. Fizeram toda uma estrutura para tirar fotos com balanças, casa na árvore e tal.

Daí atravessamos um trecho de balsa até Camocim e passeamos pelas dunas com emoção. Sério mesmo, o carro desce umas dunas muito inclinadas e parece que vai virar. Ao meu lado, estava sentada uma senhora e ela estava com medo e gritou o tempo todo, até cobriu o rosto, mas no fim deu tudo certo 🙂 Inclusive, ela é de Belo Horizonte e quando falei que ia para lá depois, ela me passou o telefone para eu ir tomar um café em sua casa. Fofa, né?

Chegamos numa parte que dá para fazer skibunda e tirolesa. Eu não fiz porque já tinha feito em Natal e você desce de boa, mas depois tem que subir a pé e fiquei com preguiça.

Daí fomos para uma lagoa onde tem o restaurante de apoio. Mesmo com o tempo feio, dei um mergulho e a água estava quentinha. Só precisa tomar cuidado porque na beirada é raso e depois afunda do nada.

Comi um peixe que dividi com outras mulheres que também estavam lá com outro carro fazendo o mesmo passeio. Depois, voltamos sem muitas emoções e cheguei no hotel umas 15h. Já tinham mudado minha mala de quarto e amei meu novo quarto. Se você for ficar nessa posada, peça o quarto 8. ele fica no andar de cima, então a varanda é mais reservada (o único ruim é que não é coberta e como está chovendo bastante, não dá para ficar na rede). É lindo!

Fui para a piscina de novo e depois saí pela vila. Decidi comprar uma bolsa à prova d’água, afinal, só pego chuva nos lugares onde tenho ido e, apesar de ser cara principalmente por ser de Jeri, achei que valia a pena. Também passei na Tia Angelita, onde me falaram que tem uma torta de banana incrível. Dei muita sorte porque estava aberto só para entregar uma encomenda para uma moça e tinha sobrado um pedaço da torta, realmente é deliciosa e quero comer todos os dias (espero que acabem logo a reforma e a água volte para eu ir de novo amanhã).

À noite, jantei num restaurante chamado Na Casa Dela. É gostosa a comida, mas não espetacular. Ainda não comi nada tão incrível como em Ouro Preto ou Pipa e estou meio triste. Até agora o melhor foi o brigadeiro e a torta de banana. Mas ainda quero experimentar vários lugares.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: