Salvador, 07 de novembro de 2017.

Olá!

Hoje foi meu último dia em Salvador, porque amanhã já viajo.

Aproveitei para ir à praia, porque com dias chuvosos e muitas coisas para fazer, ainda não tinha ido aqui na Barra e seria péssimo dizer que fiquei hospedada na Barra e não fui à praia nenhum dia, né?

A maré estava meio baixa, então tinham umas piscinas formadas, o que é ótimo para crianças. Tem uma parte da praia em que tem menos pedras, ou elas são menores, então não forma piscina, mas dica mar aberto e é incrível a diferença da temperatura da água. Minha manhã foi tranquila num revezamento de caminhadinhas e mergulhos.

Voltei para casa para me preparar para ir almoçar. Finalmente aproveitei o restaurant week. Um perfil que sigo no instagram havia postado uma foto de mil folhas de aipim. Vi que o restaurante era perto de onde estou e que estava participando do evento e um dos pratos vinha com o mil folhas. Tinha que fazer reserva e fiz.

Cheguei lá, sentei e o garçom demorou para me atender. Acho que ele pensou que eu estava esperando alguém, porque quem vai almoçar sozinha, né? Como não veio ninguém, ele me levou o cardápio. A entrada era uma linguiça com pão e vinagrete. O pão era muito bom. Fiquei feliz por terem vindo dois pedaços. O prato principal era carne de sol com purê de batata, feijão verde e o mil folhas de aipim. Veio um pedaço minúsculo de mil folhas, para minha decepção. Era bem gostoso, mas comi em uma garfada. Literalmente. Também pedi um suco de abacaxi com gengibre e mel que era bom. De sobremesa, não tinha o pudim, então comi o abacaxi flambado que estava gostoso. Ah, o restaurante se chama carvão e eles não cobram 10%.

Do restaurante, fui para a Casa do Rio Vermelho, que era a casa de Jorge Amado e Zelia Gattai. Paga R$ 20,00 para entrar e é muito legal. Não entendi porque as duas mulheres do meu segundo dia em Salvador não gostaram da casa. O jardim é lindo e o museu é todo audiovisual. Tem vídeos falando sobre Jorge Amado no jardim, vídeos de receitas típicas daqui na cozinha, uma sala com vários artistas lendo trechos da obra do escritor (essa foi uma das minhas salas preferidas)… além disso tudo, você conhece a casa deles e um pouco da movimentação que havia lá. Vale muito a pena visitar e de quarta é de graça.

Estava perto da Mondo Gelato Artesanal e resolvi passar lá para meu sorvete de despedida de Salvador: coco e macadâmia com caramelo salgado. Delícia!

Daí peguei um ônibus e vim embora.

O fim da tarde e a noite foram divididos entre trabalhar, lixar as unhas, ver estadias para os próximos destinos e comer pão de forma com polenguinho, afinal ontem gastei muito no meu jantar e preciso tentar economizar.

Vou deixar para fazer a mala amanhã, é a parte que eu mais odeio, então evito ao máximo.

2 comentários em “Salvador, 07 de novembro de 2017.

Adicione o seu

  1. Tati, preciso colocar a leitura do seu blog em dia, mas continua escrevendo que já, já te alcanço.

    E. Gente. Do. Céu. Preciso dar um jeito de conhecer Salvador. Quando eu estava na faculdade tinha um “amigo por correspondência” que era dessa cidade e a gente trocava longas cartas… ele me falava de vários lugares e paisagens soteropolitanos e isso foi alimentando minha imaginação.

    Obs.: acho que estou meio que num bloqueio de escrita, mas em breve pretendo escrever sobre a viagem para João Pessoa (aliás, apesar do calor, AMEI a cidade) – lá amanhece às 4h30, como pode isso?!?! o.O Quero te passar as dicas para você poder aproveitar mais que eu (tem lugares que eu queria ter visitado ou aproveitado mais, mas não consegui – ou seja, vou ter que voltar, que chato! :). Na verdade, eu queria ter tido experiências de pessoas locais; os passeios turísticos foram sensacionais e inesquecíveis, mas saí de lá como se não tivesse visto tudo. Enfim, quero voltar!!

    Curtir

    1. Oi, Aline!
      Até agora estou conseguindo escrever sobre todos os dias, apesar de estar escrevendo porcamente de vez em quando, mas estou determinada a continuar, afinal é um modo de atualizar meus amigos. Quero melhorar, mas são altos e baixos na minha viagem e sinceramente, não estou me preocupando muito, só quero curtir este ano que está passando muito rápido.
      Salvador é incrível, você precisa conhecer. Como não gosta de multidões, só não vá no carnaval. Também não é bom ir em período de chuva, porque é uma cidade que envolve o pôr do sol nos rolês… haha… guarda dinheiro para fazer os passeios para outros litorais e ilhas, vale a pena.
      No Nordeste todo amanhece extremamente cedo e escurece cedo (fiquei impressionada como 18h já está escuro).
      Quero ler o que você vai escrever sobre João Pessoa!! Todo dia fico atualizando para ver se tem post novo no seu blog… haha. As experiências com as pessoas locais são as melhores. A imersão cultural está sendo o melhor das minhas viagens. É impressionante ver como as culturas de um mesmo país podem ser tão diferentes. É lindo! E estou percebendo que sou muito paulistana e que realmente gosto de São Paulo apesar da loucura.
      Bjos

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: