Barreirinhas, 14 de setembro de 2018.

Olá!

Hoje acordei muito cedo para pegar o ônibus para Barreirinhas. Chamei um uber e descobri que na rua da minha amiga tem dois lugares com o número 13. Fiquei trocando mensagens com ele e deu tudo certo. Fui dormindo no caminho e cheguei lá pelas ciad, 11h em Barreirinhas. Coloquei o endereço no maps e fui andando até a pousada. Cheguei em um lugar que vendia galões de água. Perguntei se o vendedor sabia onde era a pousada. Sorte que tinha a foto da fachada no Booking e ele me explicou onde era. Nisso, chegou um carinha de moto tentando me vender passeios. Daí ele disse que estava voltando para a agência dele e que ia passar pela minha pousada e me ofereceu carona. Fui de moto com ele (sim, não foi tão prudente, mas estava muito calor e ele parecia confiável). Foi comigo até lá e deixou o contato caso eu quisesse fechar os passeios com ele.

A moça da pousada era bem legal e me ajudou a achar uma agência mais barata, daí, a irmã dela me levou até a agência para fechar o pacote de passeios. Hoje vou para a Lagoa Azul para ver o pôr do sol.

Voltei para a pousada, fiquei um tempo morgando no ar-condicionado e saí para almoçar. Achei um restaurante por quilo e voltei para a pousada. O carro veio me buscar e é uma 4×4 com bancos na parte de trás, assim cabem 12 pessoas, mas estávamos em 9, o que foi bom para desviar dos galhos no caminho. Eles nos pegam na pousada, param num mercadinho para quem quiser comprar água (na parte de trás do carro tem um isopor para manter a água gelada) e vão até uma balsa. Lá, precisamos descer para os carros entrarem e depois subimos na balsa, atravessamos e voltamos para os carros. A estrada até as dunas é bem ruim, você vai sacolejando o caminho todo e precisa se desviar dos galhos. Nesse passeio da Lagoa Azul, passamos em quatro lagoas e tomamos banho. Cansa um pouco caminhar pelas areias, mas vale muito a pena dar um mergulho nas lagoas. A água é ótima. Uma coisa muito impressionante é que quando chegamos, o guia fala para deixarmos os chinelos no carro e a areia não é quente, mesmo com o sol rachando :O

A galera que estava comigo nesse passeio era muito legal e trocamos telefone para um grupo no Whats App para trocar fotos e combinar de sair mais tarde. Ficamos conversando bastante.

O pôr do sol é lindo! O sol fica avermelhado, o céu colorido com a lagoa azul e as dunas brancas… um verdadeiro convite à contemplação. Um dos mais bonitos que já vi.

Quando o sol baixa, o guia fica nos apressando para ir embora porque todo mundo vai embora ao mesmo tempo. Mas ficamos até acabar porque é um espetáculo.

Subimos no carro e é sinistro voltar pelo caminho à noite, mas deu tudo certo. Na fila da balsa da volta, tem umas barraquinhas que vendem tapioca e outras coisas. Comi tapioca e o pessoal bebeu cerveja e quase perdemos a balsa. Só que a balsa encalhou e ficamos um tempão parados enquanto os barquinhos tentavam desencalhar a balsa. Deu tudo certo e partimos.

Cheguei e tomei um banho para tirar toda a areia que não saía e fui comer porque estava morta. Comprei um dorflex e jantei no restaurante O Jacaré. O pessoal chegou mais tarde e fui embora antes porque precisava muito dormir para aproveitar os passeios de amanhã.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: