Corumbá, 14 de junho de 2018.

Olá!

Hoje eu acordei 8h30 porque o café só vai até 9h, senão, teria dormido um pouco mais. Como estava com mais tempo, tomei um café mais reforçado.

Daí, fui fazer a mala, pior parte de cada viagem. Como não trouxe todas as minhas coisas, foi mais fácil fechar, então nem precisei arrumar superdireitinho.

Então, fui para a rodoviária pegar o ônibus para Corumbá. Custa cem reais e é da Cruzeiro do Sul. Pensa num ônibus ruim… pelo menos, tinha ar-condicionado. A viagem dura em torno de 6 horas.

Em Corumbá, não tem uber, então, peguei um táxi até o hostel (peçam para o taxista ligar o taxímetro, senão ele pode cobrar a mais). Cheguei lá e eu era a única hóspede (deveria ter pegado o quarto compartilhado e ter economizado…). Fiquei conversando com o dono do hostel e tomamos um tereré, mesmo estando frio. Tereré é uma bebida típica do Mato Grosso do Sul. É tipo um chimarrão, só que a erva é mais grossa e a água é bem gelada (sim, eles colocam gelo na garrafa térmica).

À noite, saí para jantar num dos restaurantes mais chiques da cidade (porque era o mais perto do hostel). A comida era boa, mas não acho que valeu muito o custo x benefício (e fico muito triste quando isso acontece…).

Voltei para o hostel e o carinha que fica lá à noite tinha chegado. Ficamos conversando um tempo e fui dormir.

2 comentários em “Corumbá, 14 de junho de 2018.

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: