Porto Velho, 19 de janeiro de 2018.

Olá!

Hoje eu dormi até um pouco mais tarde. Fui tomar café, dessa vez com Ursula Le Guin e demorei mais na mesa, então, nem liguei o notebook e meu blogue só vai ficando mais atrasado, mas tudo bem, né? Estou de boa com isso, apesar de querer colocar as coisas em dia. Provei pão com tucumã, uma comida típica do Norte. Ontem, quando provei a fruta, achei meio estranha. Lembra um pouco coquinho, sabe aqueles amarelos? Eu comia quando era criança. Hoje, no pão, achei mais gostoso.

Então, fui almoçar no mesmo restaurante dos últimos dias (peixe e banana frita sempre!). Aproveitamos a hora do almoço para conversar sobre a vida. Nessas conversas, sempre aprendo algo sobre mim mesma e reflito sobre a minha vida. Percebi que algumas coisas que são normais para mim, são fora da curva para as outras pessoas. Por exemplo, para começar meu ano sabático, a minha percepção é que era necessário sair da minha zona de conforto e ter um pouco de coragem, além da parte prática, como economizar dinheiro para ficar um ano sem trabalhar. Para algumas pessoas, fazer o que estou fazendo requer muita, muita coragem e tirar um ano sabático para ficar viajando não é algo que a maioria das pessoas pensam em fazer. E só percebi isso (e outras bolhas da minha vida) em conversas aleatórias (ou nem tanto).

Depois do almoço, fomos fazer a sobrancelha (não sei se já falei isso aqui, mas não tenho habilidade nenhuma para isso, talvez quando meu ano sabático terminar, eu deva aprender a fazer minha própria sobrancelha, acho que economizaria muito dinheiro). Aqui é bem barato, paguei dez reais e ficou bom o resultado. Daí fui tomar sorvete de cupuaçu (e outros sabores, mas o de cupuaçu era o melhor) na Dullim. De lá fui a um café chamado Brownie Bros. Eu estava cheia e tomei um macchiato. Aproveitei para conversar com a Josi, minha amiga que morou em Guajará-Mirim e Porto Velho, porque vou para Guajará. Reservei o hotel Pakaas, que fica em meio a árvores, na beira do rio, quase na fronteira com a Bolívia. Antes de ir embora, comprei um brownie e um bolo para viagem.

Passei em casa para deixar os doces na geladeira e fui para o Mercado do 1 para comprar polpa de cupuaçu para fazer doce para bombom \o/. Tinha um supermercado lá perto e passei para comprar leite em pó (aliás, Leite Ninho R$ 10,00, superbom, né?) e voltei para casa de novo. A Gilmara chegou e comemos os doces. Então pegamos um uber para ir ao Espaço Alternativo, que é um lugar na estrada para o aeroporto. A partir das 17h, fecham uma das pistas e a galera vai lá para caminhar, tirar foto, conversar, etc. Lá encontramos uma galera e foi legal. Saímos de lá e fomos comer em um lugar chamado Caroço & Cia que tem umas comidas mais “saudáveis”. O legal é que eles passam uns copinhos de café com suco para você provar diferentes sabores. Comi uma tapioca de carne de sol com requeijão e tomei um suco de morango com melancia e hortelã (meu suco preferido é de morango com melancia).

Finalmente fomos para casa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: