Aracaju, 26 de outubro de 2017.

Olá!
Eu deveria ter ido para Salvador hoje, mas consegui uma carona para amanhã, então estendi minha estadia em Aracaju por mais um dia.

Durante a parte da manhã, só procrastinei. Almocei em casa e fui conhecer São Cristóvão, a quarta cidade mais antiga do Brasil e antiga capital de Sergipe. Fui de ônibus, seguindo o Movit, mas dessa vez não sei porque ele me mandou descer alguns pontos depois do terminal para trocar de ônibus, sendo que no terminal você troca sem pagar nada e no ponto precisa pagar de novo (paguei dois ônibus na ida, mas na volta fui esperta e parei no terminal em vez de seguir o Movit). A estrada para São Cristóvão é estreita e o ônibus corre pra caramba. Na ida fui de pé me concentrando para não cair e para não perder o ponto. Chegando lá, esperei a Maria, uma senhora muito simpática que foi minha guia. O centro histórico é bem pequeno, tem dois museus com visita guiada (o de arte sacra e o de Sergipe, cada um custa R$5,00), tem várias igrejas (que não podem ser visitadas porque ficam fechadas e só abrem nos horários da missa, o que é uma pena, porque eu queria ver por dentro e só conheci a Catedral), tem queijada (um doce famoso de lá, dizem que as melhores queijadas são de São Cristóvão) e praças. Vi todo o centrinho e começou a chover, mas parou depois de uns minutos e pude ir até o ponto de ônibus.

Voltei para casa e Bia e Fellipe me levaram para a Colina de Santo Antônio, que é o ponto mais alto da cidade, um dos mais antigos, e tem uma vista linda (pena que tenha a fiação que atrapalha na hora de tirar foto). Lá também tem uma igrejinha (adivinha as três graças que pedi?) que estava com as portas abertas, mas as grades fechadas, então nao dava para entrar, mas se podia ver.

Depois fomos a um restaurante japonês chamado Mori. Comemos um temaki e a sobremesa, afinal tínhamos ido lá pela sobremesa: cavaco chinês com doce de leite d sorvete. Cavaco chinês é um biscoitinho tipo os bijus que vendem nos faróis em São Paulo. É uma sobremesa bem gostosa.

Daí voltei pra casa, vi o final do jogo entre Sesi e Cruzeiro (deu Cruzeiro) e fui fazer a mala (uma das piores partes da viagem).

Antes de dormir já me despedi de algumas pessoas que não vou ver amanhã. Acho que as despedidas são a pior parte da viagem…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: