A Decisão Acertada de Fazer o Sabático pelo Brasil

Quando tive a ideia de tirar meu ano sabático, pensei em fazer uma volta ao mundo. Existem aquelas passagens que você compra e pode viajar para X países e era essa a minha ideia. No entanto, por uma série de motivos (alta do dólar, falta de planejamento, tempo e, principalmente, por conhecer pouco o Brasil) decidi viajar pelo meu próprio país.

Refletindo agora que passou, essa foi uma das decisões acertadas que fiz. Um dos motivos foi o fato de conhecer muitas belezas naturais e tantas culturas diversas. Consegui entender melhor o país, vivenciar festas típicas, sair um pouco das minhas tantas bolhas em que vivo. Além disso, tem toda a parte prática de não precisar trocar de celular, poder continuar usando minha conta bancária e meus cartões, fazer um plano de saúde e não precisar de um seguro viagem (se bem que com o preço dos planos de saúde acho que o seguro viagem está mais barato e isso é na verdade uma desvantagem), poder ter voltado para casa algumas vezes para recuperar as energias e acertar o conteúdo da mala, estar em lugares que falam a minha língua (apesar de às vezes não entender tudo o que alguém falava… ah, sotaques brasileiros) e me sentir mais confortável em saber que se tudo der errado é mais fácil voltar para a casa.

Viajar durante um longo período não foi tão fácil como eu imaginava. No final, estava bem cansada e queria voltar a ter um canto que pudesse chamar de meu. Acho que se tivesse feito a volta ao mundo, teria passado muito mais perrengues e não teria aproveitado tanto a parte final da viagem (acho que isso é meio geral com as pessoas que tiram sabáticos para viajar, ficar cansadas no fim da viagem). Então, acho que acertei. Ainda quero conhecer muitos lugares (com certeza quanto mais você viaja mais a sua lista aumenta), mas não sei se faria um sabático longo novamente. Foi difícil. Talvez iria para um lugar para passar de 15 a 30 dias, depois voltaria para casa para passar um tempo e depois viajaria de novo, sem fazer um roteiro maluco de ficar pulando de lugar para lugar.

Também tem o fato de se adaptar a ser uma viajante. Mesmo tendo assistido a milhares de vídeos de como fazer a mala, o que levar e etc, você é uma pessoa única com necessidades diferentes dos outros. Então, ver vídeos ou ler blogs pode te dar ideias do que levar, mas no fim, você vai vendo suas necessidades ao longo da viagem e aquele item que é indispensável para 90% das pessoas pode ser dispensável para você e aí sobra aquele espacinho para levar algo que pode ser supérfluo para os outros, mas é essencial na sua vida. E isso, só se aprende na prática, você só percebe viajando.

Portanto, a minha dica é: se você está planejando fazer um sabático, faça algumas viagens mais curtas antes para “aprender” a viajar, para conhecer o seu estilo de viagem. Isso vai evitar perrengues desnecessários e vai ajudar seu sabático a ser bem mais legal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: