Porto Alegre, 18 de julho de 2018.

Olá!

Hoje eu e a Aline acordamos cedo para ir a Caxias para visitar a Editora Belas Letras, do nosso amigo do MBA, Gustavo. Mas, não acordamos tão cedo assim e acabamos perdendo o ônibus que íamos pegar. Como tem ônibus a cada hora, ficamos lá sentadas, conversando, esperando pelo próximo.

Levou umas duas horas para chegarmos e como o Gustavo só ia estar na editora à tarde, fomos dar uma voltinha por Caxias. Primeiro, fomos ao Museu Municipal de Caxias do Sul. Acho que era de graça e tem visita guiada. Ele é pequeno e legalzinho de se visitar. De lá, fomos a pé até a Igreja de São Pelegrino. No caminho, passamos em umas farmácias porque eu queria comprar xarope para tosse, que está desde Manaus, mas estava muito caro e vou tentar me curar naturalmente.

A igreja é muito bonita por fora e por dentro. Acho que entra na listinha de favoritos no quesito igrejas do sabático (não tenho uma lista, é só um modo de dizer, mesmo porque, depois de visitar tantas igrejas, já nem me lembro direito de qual é qual e onde fica). Daí, pegamos um uber e fomos até a Casa de Pedra, que é uma casa antiga que pode ser visitada. É bem lindinha e a visita também é guiada e de graça.

De lá, pensamos em ir ao Museu da Imigração, mas já estava tarde então decidimos deixar para a próxima visita e fomos almoçar. O Gustavo tinha nos indicado o Galeto Brasile e seguimos a dica. Chegamos quase 14h e estava bem vazio, só tinha uma família. O esquema é pagar x (acho que era cinquenta e poucos reais) e come à vontade. Eles vão trazendo a comida na mesa. De entrada vem salada, sopa de capelete, polenta frita, bacon e salada de batata (foi uma das melhores saladas de maionese que já comi na vida. Sério). Depois vem os pratos principais: galeto, costelinha com molho de maracujá, espaguete com molho de carne, tortei com recheio de abóbora e molho de frango e polenta frita com e sem recheio de queijo. Estava muito gostoso. A sobremesa fica num buffet e você se serve lá. Comemos até explodir e fomos a pé para a editora.

A editora é lindinha e o pessoal é muito legal. Fomos muito bem-acolhidas com direito a donuts (que não comemos porque estávamos explodindo, mas levamos para casa). Ficamos conversando sobre a minha viagem, sobre viagens em geral e dicas, sobre mercado editorial (sempre, né?), sobre o MBA, sobre a vida… foi bem divertido. Enfim, uma tarde bastante agradável. No fim do dia, o Gustavo nos deu uma carona até a rodoviária e voltamos para PoA.

Chegamos em casa bem cansadas, comi meu donut e fomos dormir sem jantar, cheias com a comida do almoço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: